Drenagem Linfática Manual






Nosso corpo é percorrido por um líquido incolor e transparente contido nos vasos linfáticos que tem a função de filtrar as impurezas do sangue. Quando a circulação linfática diminui ou mesmo se interrompe, o material a ser descartado fica estagnado em algumas zonas do corpo. Nesses e em outros casos a drenagem linfática manual atua como descongestionante.

A drenagem linfática manual possui quatro funções:  além de desintoxicar, contribuir para eliminação  de líquidos, ativar o sistema imunológico, também atua como analgésico. Após cirurgias plásticas, alivia hematomas e inchaços. Auxilia no tratamento de celulite, cujo acúmulo se deve a falta de circulação local, o que leva a estagnação da linfa nas células de gordura.

Para realizar a drenagem linfática, o profissional percorre todo o corpo (por inteiro ou áreas específicas) com as palmas das mãos e pontas de dedos em toques bastantes suaves, movimentando a linfa em direção dos gânglios. As toxinas são liberadas pelos rins.

A verdadeira drenagem linfática manual consegue acelerar as reações próprias do organismo sem alterá-las. Isso é possível graças a uma técnica especial , que consiste em manobras manuais próprias que são movimentos precisos e monótonos, que têm pressão graduada e constantemente alterada, imitando as contrações da musculatura lisa dos vasos linfáticos, acompanhando o ritmo dos mesmos.

Há que se diferenciar a drenagem linfática manual da massagem redutora que é realizada com pressões muito fortes o que acarreta a interrupção da circulação linfática, pois os vasos linfáticos  não suportam tamanha pressão.

A drenagem linfática manual nasceu na Europa, precisamente na Alemanha, no ano de 1932. Foi criada pelo casal Dr. Emil Vodder e sua esposa, Estrid, experimentalmente tratando de pacientes acometidos de gripes e sinusites, manipulando seus gânglios do pescoço. Em vista dos ótimos resultados, o casal disciplinou o método inicialmente intuitivo.

Hoje é conhecida no Brasil como Drenagem Linfática Manual, Método Dr. Vodder e adotada por vários cirurgiões plásticos, esteticistas e fisioterapeutas no tratamento pré e pós-operatório e de edemas em geral.

É uma técnica específica de massagem manual que exige a formação adequada.

Recomenda-se não ingerir sal em excesso nem usar roupas justas e salto alto.

Quais as indicações da Drenagem Linfática Corporal?

• Celulite • Cansaço nas pernas • Retenção de líquidos

• TPM • Varizes • Hematomas • Acne

• Acelera a cicatrização dos tecidos

• Regulariza a atividade intestinal

• Promove o relaxamento • Afecções dermatológicas

• Alívio de hematomas e inchaços (pré e pós cirurgias plásticas).

Para que serve a Drenagem Linfática Facial?

É indicada para melhorar o aspecto da pele, para renovar as células, para eliminar processos edematosos, patologia dermatológicas pré e pós-operatória de cirurgias faciais reparadoras.

Para que serve a Drenagem Linfática Manual?

É indicada para desintoxicar o organismo, eliminar o excesso de líquido, ativar o sistema imunológico, melhorar a oxigenação e nutrição celular e atuar como analgésico.

Onde pode ser aplicada a Drenagem Facial?

• Acelerar a cicatrização dos tecidos

• Promover relaxamento • Afecções dermatológicas

• Pré e pós cirurgias plásticas • Hematomas

• Sinusites e afecções oculares • Acne

• Rosácea • Rejuvenescimento

Como funciona a sessão de Drenagem Linfática Facial?

A sessão de drenagem facial pode ser feita todos os dias, com duração média de 20 minutos, podendo ser estendida para 30 minutos quando se adicionar uma massagem capilar.

Como funciona a Drenagem Linfática Corporal?

A sessão de drenagem linfática corporal pode ser feita em dias alternados com duração de 50 min a 1 hora. Normalmente, realizam-se 2 sessões por semana. Em ambiente calmo e agradável, o paciente deita-se em posição confortável, ouvindo música suave durante a sessão. Recomenda-se usar sunga ou biquíni durante a sessão.

Existem contra-indicações para a Drenagem Linfática?

Facial e Corporal (contra-indicação absoluta): pacientes com histórico de tumor maligno, tuberculose e infecção agudas. (Contra-indicação relativa): pacientes com insuficiência cardíaca descompensada, insuficiência renal, presença de colostomia, asma bronquial, flebites, tromboses, tromboflebites, hipotensão. Casos como esses necessitam  de autorização médica por escrito.

Como obter o melhor resultado durante o tratamento?

É preciso tomar em média 2 litros por dia de água, uma vez que as toxinas serão liberadas através da urina. Manter uma saudável e variada dieta alimentar, evitando frituras e gorduras, álcool e enlatados. Incluir exercícios físicos em sua rotina diária.

Drenagem Linfática Manual Drenagem Linfática Manual Editado por saude.chakalat.net on 04:44 Nota: 5

Nenhum comentário:

Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!

Tecnologia do Blogger.