Método Godoy Godoy de drenagem linfática






Godoy & Godoy descreveram uma nova técnica de drenagem linfática, utilizando roletes como mecanismos de drenagem; com esta técnica, passou-se a questionar a utilização dos movimentos circulares preconizados pela técnica convencional e sugeriu-se a utilização dos conceitos de anatomia, fisiologia e hidrodinâmica7-13. Os vasos linfáticos são condutores de fluidos (linfa) e, portanto, devem seguir as leis da hidrodinâmica. Para o deslocamento de qualquer tipo de fluido, devemos empregar uma diferença de pressão entre as determinadas regiões que contêm esse fluido – no caso do sistema linfático, os vasos linfáticos. Qualquer tipo de compressão externa que promova um diferencial de pressão entre as extremidades pode deslocar o fluido contido num conduto, o que pode ter como resultado final a redução da pressão no seu interior e, assim, a facilitação da entrada de novo conteúdo por diferente pressão. Diversos materiais, além das mãos, podem ser utilizados como instrumentos facilitadores para exercer a pressão externa

Cuidados básicos:

1-Drenar sempre no trajeto dos principais coletores, no sentido do fluxo, seguindo os critérios da anatomia, fisiologia, fisiopatologia e hidrodinâmica
2-Iniciar drenando as regiões proximais do sistema linfático correspondente ao trajeto a ser drenado
3-Identificar as vias derivativas de drenagem conhecendo a fisiopatologia de cada caso
4-A velocidade empregada é vital para evitar a lesão do sistema
Outro conceito que surgiu com a evolução das pesquisas foi quanto ao que se diz desbloquear as cadeias linfonodais, que na realidade há um equivoco muito grande quanto a este conceito e que é mantido há décadas. Pois é impossível desbloquear manualmente um linfonodo obstruído. Estudo dinâmico com linfocintilografia mostra que a linfa passa através dos linfonodos com velocidade muito reduzida em relação ao que ela pode deslocar nos coletores linfáticos. Portanto, a função de “filtro” dos linfonodos limita a velocidade da linfa neste trajeto do sistema e qualquer força que se exerça para vencer poderá lesar o sistema.


Evolução da técnica de drenagem linfática Godoy & Godoy: Drenagem linfática total

Nestes anos a observação pratica e a pesquisas permitiram a evolução do conceito da drenagem linfático inicialmente descrito por Godoy & Godoy para um novo conceito que é descrito como drenagem linfática total. Este conceito fundamenta-se na associação de estímulos que interferem nos mecanismos fisiológicos de drenagem linfática, de forma mais abrangente do que na drenagem convencional, procurando maximizar todos os estímulos do sistema linfático. O domínio do conhecimento anatômico, fisiológico, fisiopatológico e das regras da hidrodinamica são fundamentais para execução destes conceitos. O objetivo é envolver de forma harmoniosa a formação da linfa com o seu deslocamento até atingir o sistema venoso de forma global.

Para que isso aconteça é fundamental seguir as regras de deslocamento de fluidos da hidrodinamica e associar os movimentos de forma precisa. Deste modo envolve a formação da linfa e o seu imediato deslocamento no sistema linfático. Assim, ela vai aumentar o volume de linfa nos linfangions e estimular sua contração e desencadeando a drenagem proximal em cascata. Outro aspecto é a drenagem do sistema linfático superficial e profundo de forma a envolver as estruturas anatômicas tanto do sistema superficial como profundo.

O estimulo cervical é algo que nos intriga quanto ao seu mecanismo de ação, porém uma hipótese quanto ao seu funcionamento é o estimulo da contração dos linfangions. Este conceito de forma mais detalhada poderá ser acessado em breve neste site.

Com a ajuda daqui e daqui


Método Godoy Godoy de drenagem linfática Método Godoy Godoy de drenagem linfática Editado por saude.chakalat.net on 11:33 Nota: 5

Nenhum comentário:

Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!

Tecnologia do Blogger.