Conceito da Drenagem LInfática







Drenagem linfática é uma técnica de massagem, que pode ser manual ou por aparelhos, que visa estimular o sistema linfático a trabalhar melhor. Os movimentos dessa técnica são em forma espiralada, circular (com as mãos e o polegar), suaves, com "pressão em bracelete", combinados e precisos.

Linfa é um liquido sem cor, viscoso, composto por substâncias inorgânicas e orgânicas, resíduos e toxinas das células. O sistema linfático é uma espécie de anexo do sistema circulatório, que leva a linfa aos gânglios linfáticos, onde a mesma é filtrada. O sistema linfático absorve os detritos que as células produzem como conseqüência de seu metabolismo. Diferente do sistema circulatório que é impulsionado por uma "bomba", o coração, o sistema linfático é impulsionado apenas pelos movimentos musculares, o que leva a uma circulação lenta e muitas vezes deficiente.

A drenagem linfática foi desenvolvida por um terapeuta dinamarquês chamado Vodder e por sua esposa, em 1932. Vodder percebeu que alguns pacientes apresentavam alterações nos gânglios linfáticos, e que sofriam de retenção de líquidos. Passou então a utilizar sua técnica de massagem buscando esvaziar os líquidos e resíduos metabólicos acumulados entre as células, estimulando a circulação linfática com manobras nas vias linfáticas e nos linfonados.

Além desses benefícios, a drenagem linfática é relaxante, combate a celulite e a gordura localizada, estimula a regeneração dos tecidos (é muito utilizada no pós-operatório) e melhora o sistema imunológico e anti-inflamatório do organismo.

A drenagem linfática pode ser aplicada para a absorção de diversos tipos de edemas, sobretudo em casos de linfoedemas decorrentes da incapacidade de transporte do sistema linfático.

São dois os processos na drenagem linfática:

Evacuação – movimentos para desobstruir as vias linfáticas e os gânglios.

Captação – movimentos que realizam a drenagem.


Nos tratamentos feitos com aparelhos, são utilizados programas inteligentes de computador, que comandam os movimentos de uma bolsa que infla e desinfla, com o objetivo de desobstruir e drenar as linfas.

A drenagem linfática é contra-indicada para pessoas com insuficiência cardíaca, câncer, hipertensão, asma brônquica e bronquite asmática, trombose e Aids.
Cursos sobre Estética: facial e corporal. Clique aqui e saiba mais! 

Conceito da Drenagem LInfática Conceito da Drenagem LInfática Editado por ADMIN on 18:17 Nota: 5

Nenhum comentário:

Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!

Tecnologia do Blogger.